Orb.Dital

   

articleBody
Digital Brand

COMPARTILHE

Com a popularização cada vez mais frequente dos e-readers, os livros digitais se ....

Com a popularização cada vez mais frequente dos e-readers, os livros digitais se consolidam no dia a dia de muitas pessoas, inclusive o público-alvo de uma empresa.

Levando isto em consideração, os e-books e whitepapers podem se tornar peças-chave na geração de leads. 

Pensar em estratégia de marketing de conteúdo agora também inclui elaborar um material atrativo ao público que se deseja alcançar e também divulgar para gerar cliques e cadastro de pessoas interessadas. Essa estratégia pode se converter em vendas no curto, médio ou longo prazo, dependendo do mercado.

Landing Pages e E-books

Depois de ter o e-book pronto, é preciso criar uma landing page, uma página para onde as pessoas que clicarem no material serão redirecionadas. É lá que será colocado um formulário em que as pessoas vão se inscrever para receber o livro eletrônico. Pense bem nos campos que os usuários vão preencher (Nome, e-mail, cargo na empresa, etc), já que os dados são importantes para o tipo de negociação que você pretende fazer.

 

Produzindo e Divulgando E-books

Para divulgar, você pode escolher as ferramentas que já provaram eficácia (Pode ser Facebook Ads, Google Adwords, distribuição em grupos da Internet, etc) e investir nelas.

Mas não basta apenas escrever um livro eletrônico e esperar um avanço nos resultados da geração de leads. É preciso criar um conteúdo interessante e que realmente atraia o usuário para o clique e depois para o cadastro.

Contudo, é preciso que tanto a divulgação quanto o conteúdo do e-book sejam eficazes. Um bom material pode ser desperdiçado sem a divulgação adequada, assim como o investimento nas ferramentas adequadas pode não ser o suficiente se o conteúdo não for atraente.

Como elaborar um material adequado

Levando em conta a persona (cujo conceito pode ser resumido - e melhor trabalhado em outra ocasião - como um cliente típico da marca, com todos os seus gostos pessoais, faixa etária, classe social, etc. ) e a necessidades do comprador da marca, elabore um material com um conteúdo que seja valioso para o consumidor, com um texto bem pesquisado e que não sejam óbvio demais. Se o usuário se sentir frustrado por um conteúdo que foi abaixo do que esperava, é provável que a empresa não alcance o engajamento.

Além disso, o título precisa estar numa linguagem leve e descomplicada, justamente para atrair a atenção - muitas vezes dispersada por outras opções - e gerar o clique. Já o conteúdo também precisa usar essa maneira mais leve para passar as informações de forma satisfatória.

Com todas as etapas sendo concluídas com sucesso, as possibilidades de conversão aumentam bastante, o que pode influenciar nas vendas. E então? Já pensou em criar um e-book para a sua empresa?

Vamos conversar?

ESTE BLOG É MANTIDO PELA ORB DIGITAL BRANDING